Receba Dicas Exclusivas
de Finanças e profissões
em seu e-mail. [é grátis!]

Finanças Pessoais

Como abrir um negócio?

Como Abrir um Negócio

Como Abrir um Negócio

Como abrir um negócio? Todo empreendedor brasileiro parece ter ainda a mesma dúvida: qual ou quais os primeiros passos a serem dados para se ter uma empresa funcionando?

Empreender, ter um negócio próspero e que garanta o sucesso profissional e financeiro parece ser sim o sonho de muitos brasileiros, já há algum tempo. Com o desemprego, falta de oportunidades e até com a pandemia, este número de novos empreendedores cresceu bastante.

Apesar disso, ainda pairam no horizonte diversas dúvidas sobre qual o primeiro passo para abrir um negócio, indo desde a estruturação da empresa até a parte legal e burocrática.

Neste artigo, você terá suas principais dúvidas relacionadas a abrir um negócio esclarecidas: o que é preciso para abrir um negócio, como abri-lo com pouco dinheiro, qual o melhor negócio, o que investir em 2022 para ganhar dinheiro e muito mais. Confira.

O Que é Preciso Para Abrir um Negócio?

O Que é Preciso Para Abrir um Negócio

O Que é Preciso Para Abrir um Negócio

Apesar de ser um sonho de muitos aspirantes à empresários, abrir um negócio requer muita atenção, estudos e análises, antes e durante todo o processo. Sejam serviços ou produtos, varejo ou indústria, os passos iniciais são, para todos os efeitos, muito parecidos.

De antemão, não existe uma fórmula mágica, mesmo seguindo todos os passos recomendados para se abrir um negócio, que garanta 100% de sucesso do mesmo. Isto porque existem muitas variáveis ao negócio que exigirão atenção do empreendedor no exato momento que surgem.

É possível até prevenir e pensar em ações possíveis, mas isso não garante uma exatidão na solução de possíveis problemas que possam vir a surgir. Por outro lado, estes mesmos problemas podem muito bem ser evitados se o pontapé inicial for certeiro e seguir algumas recomendações. Confira:

  • Faça um bom plano de negócios: o planejamento é fundamental. Ele vale em praticamente tudo que pretendemos fazer em nossas vidas. Aqui a escrita é livre e, portanto, coloque todos os pontos possíveis para dar inicio ao seu negócio como: análise de mercado, análise da concorrência, análise de fornecedores, plano de marketing, plano operacional e financeiro, capital mínimo necessário, equipe de trabalho, etc.
  • Pesquise seu público: antes de vender serviços ou produtos, você precisa conhecer e entender bem qual é o seu público, o chamado “público-alvo”. A premissa básica e ponto de partida para o entendimento deste público é se fazer a seguinte pergunta: o que, fundamentalmente, meu produto ou serviço vai ajudar nas necessidades das pessoas?
  • Invista em seu marketing: ter um bom planejamento, capital necessário, conhecer o seu público e ter seu negócio muito bem estruturado de nada servem se você não for conhecido. Por isso é primordial pensar e planejar o seu marketing.
  • Aposte nos diferenciais: hoje, principalmente para quem está presente na web, a concorrência é acirrada, muitas vezes até desleal. Para escapar desta concorrência e fazer o seu produto ou serviço se destacar o melhor é apostar alto nos diferenciais. Pergunte-se: o que eu posso fazer ou oferecer de diferente para chamar a atenção do meu público consumidor?
  • Compreenda bem o mercado de atuação: qual é o seu nicho? Ser bom no que faz ou ter uma ideia fantástica de negócio não bastam para o sucesso. Você precisa entender muito bem como o mercado do seu segmento atua, quais os problemas que geralmente enfrenta, o que geralmente dá certo e o que não dá, etc.
  • Controle bem os processos: tenha todos os dados e registros devidamente organizados e utilize-se sempre que for preciso, ou de nada servem. Avaliar o desempenho de sua equipe, vendas, mensurar o resultado de cada estratégia aplicada e aprimorá-las, se necessário, tudo isso deve fazer parte do dia a dia de um empresário de sucesso.
  • Faça parcerias certas e estratégicas: no mundo dos negócios, independentemente se sua empresa é de pequeno, médio ou grande porte, escolher bem sócios e/ou parceiros é fundamental para que seu novo negócio vingue. Não há, no entanto, uma regra infalível para essa escolha, mas, se todos os envolvidos no projeto tiverem expectativas e objetivos bem alinhados, já ajuda bastante.
  • Defina seus produtos ou serviços: seu público alvo tem um problema e o seu serviço ou produto deve propor a solução. Seu nicho, seu produto ou serviço devem estar alinhados com esta premissa. Esta definição pode requerer ainda estudos, aperfeiçoamentos e treinamento sobre o produto ou serviço que será comercializado. Conhecimento, neste caso, é muito importante para o sucesso do seu negócio.
  • Conheça as questões burocráticas: ter sua empresa regularizada é fator base para o seu sucesso. Além disso, é importante que você tenha ao menos um breve conhecimento de todos os processos burocráticos envolvidos, sejam documentos, impostos, taxas, alvarás ou licenças, entre outros.

Como Abrir um Negócio com Pouco Dinheiro?

Como Abrir um Negócio com Pouco Dinheiro

Como Abrir um Negócio com Pouco Dinheiro

Geralmente acontece de você ter uma grande ideia de negócio ou é muito bom em um ou mais serviços e, deste ponto, já se imagina com um negócio super promissor e de sucesso. Até aí, tudo bem, mas e o capital necessário para iniciar este negócio de sucesso?

Sempre quando se escolhe um produto ou serviço que irá comercializar, produzir, etc, é preciso considerar também os custos de produção e manutenção que o seu negócio exigirá.

Mas, como abrir um negócio com pouco dinheiro? É possível?

É possível sim, mas é preciso seguir 5 passos básicos:

1º. Passo: Definições

Defina muito bem o seu ramo de atuação, se o seu produto ou até serviço se utiliza da sazonalidade (é mais procurado em uma determinada época do ano do que em outras), se você já conhece bem o produto ou serviço, etc. Isso vai fazer com que você economize muito, no final, e será mais certeiro na hora de iniciar suas operações comerciais.

2º. Passo: O Local

Se o seu negócio exige um ponto físico, gaste o tempo que for necessário para alinhar o máximo possível ponto comercial versus preço. Você não pode deixar de lado um bom ponto comercial, mas, no entanto, também não pode vir a pagar uma fortuna pelo mesmo.

3º. Passo: Estruturação

A estruturação do seu negócio exigira alguns gastos: material de escritório, maquinário, computadores, telefones, móveis, entre outros. A melhor forma de economizar neste quesito é planejar bem a estrutura mínima necessária para o seu negócio funcionar, sem percalços.

Considere o espaço disponível e seja prático: nem tudo que é caro é bom e nem tudo que é barato é tão ruim assim. Planeje e pesquise bastante, estas são as palavras da vez.

4º. Passo: Planejamento Financeiro

Em seu planejamento, analise bem o que sabe fazer e o que terá que aprender. Isso será útil em seu planejamento financeiro inicial. Tenha metas e objetivos muito bem definidos e limite-se, pelo menos inicialmente, aos mesmos. Jamais dê um “passo maior que a perna”.

5º. Passo: Equipe e Marketing

Pensando nos gastos com uma equipe? Bem, se ela for mesmo indispensável, tente negociar com seus colaboradores e utilize o mínimo necessário de pessoas, pelo menos no começo. E não deixe de “colocar a mão na massa”, pois você também estará compondo, na prática, a equipe.

Quanto ao marketing, use e abuse das redes sociais. Se não conhece nada, você pode contar a ajuda, inicialmente, daquele sobrinho que gosta da web, aquele amigo ou conhecido ou até fazer um acordo com um profissional, para dar o empurrão inicial.

 

Qual o Melhor Negócio Para Ganhar Dinheiro?

Obviamente não há uma resposta única e precisa para esta pergunta. Mas existem sim alguns nichos de negócio muito lucrativos e perfeitos para ganhar muito dinheiro. Alguns deles, inclusive, requererem pouquíssimos investimentos de capital inicial ou até zero.

Confira os principais:

  • Dropshipping;
  • Infoprodutos;
  • Marketing de Afiliados;
  • Venda de alimentos (delivery);
  • Artesanatos e produtos personalizados;
  • Franquias de diversos segmentos;
  • Serviços voltados à estética.

 

O Que Revender que Dá Dinheiro?

Em seu novo negócio, você pode não querer produzir nada e sim comprar para revender. A revenda de produtos é, em alguns casos, altamente lucrativa e você pode apostar também em algumas franquias mais acessíveis, financeiramente falando.

Confira algumas dicas de revenda:

  • Bijuterias, joias e semijóias: é, sem dúvida alguma, um ótimo negócio e em alguns casos você pode revender através de consignação, ou seja, leva o mostruário, revende e devolve o que não foi comprado, obtendo os lucros do negócio.
  • Doces e salgados: o setor de alimentos é um dos que pouco sofrem com inflação ou problemas na economia quando o assunto é consumo e isso inclui, claro, os doces e salgados. Aqui, vale uma boa divulgação no bairro e região onde mora.
  • Roupas e Sapatos: neste caso você pode fazer logo um pequeno estoque, comprando no atacado. Existem muitas lojas especializadas em vendas no atacado e você poderá revender estas roupas e/ou sapatos mais facilmente. Também existem consignações e até permutas, para conseguir variar modelos, conforme a moda.
  • Produtos de Catálogos: os catálogos de produtos, sejam de estética, beleza, vestuário, etc., parecem mesmo nunca saírem de moda e ainda hoje são muito procurados. Atente-se apenas às condições oferecidas e percentagens de ganho.
  • Aparelhos eletrônicos: é um mundo um tanto mais caro. Por outro lado, há como investir sim em periféricos e outros produtos similares que, em geral, são mais baratos e mais fáceis de serem comercializados. Tecnologia também nunca sai de moda e é altamente lucrativa.

 

O Que é Fácil de Vender?

Para descobrir o que é mais fácil de vender, basicamente, você precisa ter em mente alguns produtos ou serviços que não exigem cursos profissionalizantes ou grande estruturação para montar o seu negócio.

No caso, a revenda seria o mais fácil e rápido para comercializar e já começar a lucrar e, se for possível revender em sua própria casa, melhor ainda. Todos os produtos de revenda citados acima são fáceis de vender e pedem baixíssimos investimentos para o pontapé inicial.

 

O Que Investir em 2022 Para Ganhar Dinheiro?

O comportamento do consumidor mudou, principalmente considerando o pós-pandemia. Assim sendo, não há como imaginar um novo negócio sem ter em mente estas mudanças, principalmente no que se refere à internet.

É notório o crescimento dos e-commerces e isso vale não só no Brasil: a forma de consumir produtos e serviços no mundo mudou. Assim, se quer ganhar dinheiro com o que vai vender, coloque como meta estar presente na web, ou você terá mais dificuldades.

Para 2022, pode-se considerar um bom negócio:

  • As revendas;
  • Os produtos de uso próprio (em bom estado) e que não servem mais;
  • O setor de alimentos (principalmente doces e salgados);
  • Produtos de origem chinesa;
  • Alimentos orgânicos e/ou fit’s;
  • Artesanatos sob encomenda (via web);
  • Canecas, camisetas e brindes personalizados sob encomenda (via web também);
  • Produtos digitais (papelaria, convites, panfletos, etc.).

Mesmo considerando que a internet é um vasto território e que a concorrência será sempre imensa, ela ainda é o melhor caminho para iniciar a maior parte dos negócios e é fácil de se entender o porquê: ela consegue “abrir portas” mais facilmente.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

*

1 Comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.